Home
A Fazenda
Atividades
Raças
Resultados Recentes
Galeria
11º Remate Anual
Links
Contato

Braford
História da Raça

Os primeiros cruzamentos realizados entre o Hereford e o zebu foram registrados nos Estados Unidos, mais precisamente na Flórida, no início dos anos sessenta. No final desta década (1967), este cruzamento chega em solo brasileiro, em Rosário do Sul (RS), na propriedade de Rubem da Silveira Vasconcellos. Este trabalho teve início com a importação de zebuínos norte-americanos da Raça Brahman posteriormente acasalados com vacas Hereford. O objetivo era a formação de um animal sintético que congregasse as vantagens das raças de origem, fundamentalmente, a rusticidade e adaptação ao meio do zebu e a fertilidade, precocidade e qualidade da carne do Hereford. Através do incentivo de programas governamentais a idéia deste cruzamento difundiu-se no estado.

Com o propósito de congregar estas características e melhorar os índices produtivos da pecuária gaúcha, técnicos e produtores vislumbravam a criação desta nova raça. Programas de seleção como o “Braford Santa Clara”e o “Pampiano Braford” foram os primeiros a se destacar.

Já nos anos oitenta, a Associação Brasileira de Hereford e Polled Hereford (ABCHPH) até então, assim denominada, reconhece o esforço destes criadores e técnicos, oficializando o processo de criação do Braford, com o apoio da Embrapa Pecuária Sul.

Com a participação destes pesquisadores, corpo técnico e produtores iniciaram-se as visitas às propriedades pioneiras com o propósito de se estabelecer um programa de cruzamento comum para que, então unificados, começassem a formação da raça Braford. Idealizadores como Joel Brazzale Leal, Rubem Vasconcellos, Fernando Faria Correia, entre outros, foram importantíssimos para o sucesso da caminhada.

Em 1993 começa o controle de registros de graus de sangue e o mapeamento dos criadores que estavam fazendo os cruzamentos para a formação da raça. Este ano marca a primeira participação de animais Braford em exposições. A Expofeira de rústicos da Raça Hereford de Uruguaiana foi o palco de estréia.

Também em 1993, a ABCHPH recebe o reconhecimento de raça em formação pelo Ministério da Agricultura do Brasil, momento em que a Associação passa a chamar-se Associação Brasileira de Criadores de Hereford e Braford (ABCHB), recebendo delegação para efetuar o registro genealógico da raça. Mas é somente em 2003, que a Raça Braford é finalmente reconhecida em território nacional.

De lá para cá a evolução dos plantéis e a competente seleção realizada pelos técnicos e produtores contribuíram para que o Braford assumisse papel de destaque na pecuária. Chama atenção não só por suas características produtivas mas, principalmente, pela aceitação de todas as categorias animais na cadeia produtiva, conferindo a raça um ótimo retorno econômico e grande liquidez.

Braford Santa Tereza


Os primeiros cruzamentos para obtenção do Braford Santa Tereza foram realizados em meados da década de oitenta. Desde o início, tivemos a preocupação de selecionar nossas melhores matrizes Hereford, levando em consideração tanto o tipo racial, bem como, aquelas cujas progênies destacavam-se na raça mãe.

Da introdução do genótipo zebuíno, através da inseminação artificial destas matrizes Hereford com touros Nelore, obtivemos as primeiras gerações de graus de sangue intermediários. Primeiramente o meio sangue e, posteriormente, o um quarto. Através do acasalamento destes dois graus intermediários chegamos no Braford definido (3/8). Este programa de cruzamento possibilitou um maior aproveitamento da heterose, evidenciada hoje, na qualidade genética do rebanho.

Nosso programa de melhoramento genético teve sempre como principal diretriz a obtenção de um sintético capaz de exprimir à campo todo o seu potencial produtivo e reprodutivo, congregando as características desejáveis de cada uma das raças, propiciando assim, um maior retorno econômico a atividade pecuária.

Com o objetivo de incrementar a heterose de nosso rebanho, introduzimos ao final da década de noventa os primeiros exemplares de Braford formados com Brahman, oriundos principalmente da Argentina e da Austrália. Esta mescla foi fundamental para que chegássemos nosso tipo zootécnico atual, um braford “camiseta”, bem estruturado, com muita carne, bom temperamento e, fundamentalmente, muito precoce tanto no que diz respeito a fertilidade quanto ao acabamento da carcaça.

A manutenção de elevados níveis de heterose (vigor híbrido) em programas de melhoramento animal com raças sintéticas é fundamental para manutenção da qualidade e do tipo zootécnico através das gerações. Com estes intuito a Santa Tereza está atenta e investe constantemente na aquisição de material genético de ponta, incrementando a qualidade de seu rebanho e repassando o que há de melhor em genética Braford.

Coronel - 1º Lugar no Sumário Promebo

Copyright 2009 - Todos os Direitos Reservados - Fazenda Santa Tereza - Arambaré/RS - Fones (51) 9961.0706 / 3501.8217